Projeto

O projeto MOSHO pretende desenvolver e integrar soluções avançadas para a reparação de estruturas aeronáuticas em compósito.

 

O projeto MOSHO desenvolverá e integrará soluções avançadas e sustentáveis para a reparação de estruturas aeronáuticas em compósito. O projeto visa o desenvolvimento de novos materiais particularmente resistentes ao impacto e com capacidades de autorregeneração e técnicas de reparação de estruturas compósitas, sua inspeção por técnicas de NDT e sua qualificação, bem como a monitorização da integridade estrutural das referidas reparações através de sistemas integrados e autónomos de SHM.

As soluções de reparação serão mais eco-eficientes, otimizando-se os recursos utilizados (matérias primas, eficiência energética) e implementando-se conceitos de ecoeficiência e eficiência total, e de avaliação do ciclo de vida das reparações.

O projeto validará uma nova abordagem integrada para a reparação avançada de estruturas compósitas, com potencial de vir a revolucionar as operações de reparação e manutenção de aeronaves.

As atividades de I&D do projeto MOSHO estão fortemente alinhadas com a estratégia do CleanSky2, mais especificamente do IDT_Airframe com o qual possuiu diversas sinergias. O projeto MOSHO é um projeto de atividades complementares ao projeto PASSARO – Capabilities for Innovative Structural and functional testing of aerostructures, financiado âmbito de uma call para Core Partner do Clean Sky 2, em parceria com a ADS (Airbus Defence and Space), e do qual os promotores do projeto MOSHO fazem parte integrante. O projecto está também alinhado com a visão de um operador internacional de linha aérea (TAP) que permite enquadrar a futura valorização dos resultados do projeto mais eficiente.

No final do projeto espera-se obter os seguintes resultados: